FÃ CLUBE POTTERMANIACOS BRASIL! || [ANO 2] A Magia Nunca Acaba Para Nós!
quarta-feira, 6 de abril de 2011

PostHeaderIcon ASSISTÊNCIA À J.K. ROWLING: As Dificuldades de Quem Cuidava das Edições!


A Entrevista a seguir foi encontrada no blog Harry e Seus Fãs - o Livro, da Editora Rocco, e fala sobre as dificuldades de quem cuidava das edições dos livros de J.K. Rowling, mantedo-os em segredo:
No trecho abaixo, quem fala sobre isso é a Kris Moran, assessora de imprensa da Scholastic, e o Mark Seidenfeld, o principal advogado da Scholastic, que tratava das questões ligadas a Harry Potter.
Kris Moran: Houve um final de semana de 4 de julho antes de uma publicação de 8 de julho – lembra-se daquele final de semana?
Mark Seidenfeld: Oh, claro que sim.
KM: Naquela época, meu chefe Alan e o seu parceiro estavam vindo a minha casa – eles viviam na cidade, nós morávamos em Connecticut. Nós estávamos indo para a piscina, ele ia jogar tênis. Eu estava grávida na época. O jornal USA Today daquela sexta-feira publicou uma foto de uma garota na Praia da Virgínia com o livro. Na primeira página, essa garota lendo o livro. E esta era a sexta-feira anterior à publicação.
MS: Ela concordou em não contar a ninguém o conteúdo, e realmente não contou.
KS: Então, Alan estava a caminho. Meu marido estava subindo as escadas com uma bebida numa caixa, e uma mistura de ‘bloody mary’ – nós tínhamos um teto muito baixo e, por alguma razão, não sei bem por que, ele a colocou sobre o ombro. As bebidas caíram e se quebraram completamente. Havia mistura de ‘bloody mary’ sobre todo o nosso carpete novo. Eu estava no telefone com Barbara [Vice-Presidente da Scholastic], eu simplesmente disse, “Bárbara, eu tenho que desligar!”.
Então eu recebi uma mensagem de voz do meu chefe. “Eu estou a caminho. Para sua informação, os aviões voaram mais cedo.” Nós tivemos aviões sobrevoando a praia.
MS: Os anúncios dos aviões – você sabe, diziam “Happy hour às cinco”, ou algo assim.
KM: Diziam: “Harry Potter e o Cálice de Fogo – à venda agora.” Uma semana antes. Visto pelo nosso gerente financeiro naquela hora, na praia. Na costa de Nova Jersey.
Então, eu escutei aquilo e, naquele ponto, estava gargalhando. No chão, morrendo de rir. Foi uma loucura.
MA: Houve alguma reação às propagandas de praia feitas por aviões?
KM: Nós a tiramos imediatamente; nós estávamos brincando, ‘derrubem esses aviões!’
MS: ‘Caças F16, derrubem esses aviões com propagandas sobre Harry Potter na Praia da Virgínia…’
KM: Eu estava grávida de sete meses e no telefone com o jornal USA Today. E com mistura de bloody mary sobre o carpete novo.
MS: Várias coisas loucas aconteceram. Eu me lembro que no livro seis houve numa estação de rádio, um radialista da manhã, que anunciou em seu show: ‘Eu darei centenas de dólares a qualquer um que me trouxer exemplares desses livros.’ Aparentemente alguém levou, e ele disse: ‘Vou fazer uma rifa desses exemplares no estacionamento, venham todos, e você pode ser o grande vencedor.’ Nosso conselheiro geral na época pegou o telefone e falou para o gerente geral da rádio, e isto tudo ao vivo – havia uma câmera web no estacionamento. Então foi possível ver literalmente, ao vivo na internet, o gerente geral deles caminhando para o estacionamento, confiscando o livro deste garoto, e expulsando umas poucas pessoas que haviam se aglomerado lá.
MA: E o que eles disseram no ar?
MS: Ah, eles fizeram inúmeros elogios no ar a respeito de advogados em Nova York e da Scholastic. Foi realmente um momento ímpar.
LEIA MAIS, CLIQUE AQUI

0 comentários:

Postar um comentário

Guia de Madame Pince!