FÃ CLUBE POTTERMANIACOS BRASIL! || [ANO 2] A Magia Nunca Acaba Para Nós!
quarta-feira, 20 de julho de 2011

PostHeaderIcon Veja O Relato de Alice Fagiolo, Tradutora do Site Oclumência, Sobre Harry Potter!


Veja a seguir o emocionante Relato de Alice Fagiolo, Tradutora do Oclumência, um dos maiores Fã-Site do Brasil, sobre a Saga Harry Potter:

Essa foto entrou pra minha história pessoal. Mas pra chegar nela lá se foram 10 anos! 10 maravilhosos anos de espera e expectativa.Primeiro, a alegria de saber que A Pedra Filosofal viraria filme. Depois a ansiedade pela escalação do elenco. E por fim: será que vai ser fiel ao livro? E foi. Mesmo com a mudança de diretores, os filmes continuaram a serem vigiados pelos olhos zelosos da mamãe Rowling. Eu, como fã incondicional dos livros (e meio chata diga-se de passagem), algumas vezes me irritei um pouco com a falta de algumas cenas nos filmes, ou com a adaptação de outras. Mas fico bastante feliz com o resultado final.Amo os atores! Todos ficaram perfeitos em seus respectivos papéis. Dan Radcliffe, que tive o prazer de ver na peça Equus, em Londres, foi um Harry Potter inesquecível. Emma Watson cresceu e praticamente se tornou Hermione Granger. Rupert Grint é um ser humano fantástico, com algumas características “Ronianas”, mas no final das contas Rupert é Rupert and that’s more than fine!Minha paixão pelo Draco Malfoy aconteceu muito mais pelas fanfics maravilhosas que circulam por aí do que propriamente pelo Malfoy do livro. Mas ter o Tom Felton no papel certamente fez tudo ficar mais perfeito. Como não amar a sua caracterização? Quem não se lembrará sempre daquele olhar malicioso e daquele sorriso presunçoso de quando ele diz: “Scared, Potter?” e o Harry responde: “You wish.” E todos vamos ao delírio!Há dois anos espero o Tom vir para o Brasil. Já obtive replies dele dizendo que adoraria vir ao Brasil. E finalmente, em 2011, no último filme, veio a notícia de que ele viria para o Rio, numa premiere especial que tinha tudo para ser um sonho. E foi mesmo!Graças ao site Oclumência, tive a oportunidade de conseguir o tão disputado ingresso. Reunimos uma turma maravilhosa de fãs incondicionais, mas não tão histéricos, e subimos o Morro da Urca de bondinho. Aline Rodrigues foi uma fofa do começo ao fim. Ela realmente colocou a cara, coragem e coração nessa viagem e nesse evento. Eu confesso que preferi conhecer o Jardim Botânico a ficar de plantão na porta do hotel. XD Mas ela não arredou o pé de lá! Vi quando ele saiu na sacada, mas perdi quando ele desceu para dar autógrafos.Antes de comentar o Morro da Urca, deixe-me dizer que não levei câmera fotográfica porque minha maior preocupação era pegar um autógrafo. Nem em um milhão de anos imaginei que conseguiria uma oportunidade de tirar uma foto com o Tom Felton. Pois é. A Lei de Murphy é realmente impressionante.O clima do Morro da Urca estava fantástico. Vários fãs vestidos a caráter! Um Olho-Tonto me impressionou demais. E um rapaz vestido de Comensal da Morte estava dando medo. A alegria e ansiedade era geral. Nesse espirito me muni do meu livro e fiquei esperando o Tom passar.Foi uma tremenda loucura. Nunca imaginei que conseguiria entrar no espírito aventureiro adolescente de não ligar em passar um tempão de pé sendo esmagada para pegar um autógrafo. Pelo contrário, achei a experiência maravilhosa! Ver Tom Felton bem na sua frente, assinando seu livro, é surreal. Tão surreal quando ver o Daniel Radcliffe bem de pertinho no palco. Até hoje eu acho que foi tudo um sonho. Eles são tão maiores que a vida que não parecem reais. Mas são. Não é uma loucura isso?Minha felicidade estava completa, ou pelo menos eu achava, quando já de autógrafo na mão corri para a sala onde o filme seria exibido. Saber que o Tom responderia perguntas de fãs no palco do cinema só fez tudo ficar ainda melhor!Lá estava eu, filmando tudo com meu humilde celular Nokia, quando ouço o meu nome ser sorteado.E nesse ponto preciso voltar um pouco no tempo. Quando chegamos ao Morro da Urca, recebemos um papel para que escrevêssemos uma pergunta ao Tom. Algumas seriam sorteadas, e os sortudos iriam subir ao palco e fazer a pergunta diretamente a ele. Eu estava tão hyper com o acontecimento em geral que não conseguia pensar em absolutamente nada. Roubei uma pergunta da minha querida amiga Marcela nem em um milhão de anos imaginando que ela seria sorteada. Então. Vida, você dá mesmo voltas. E aqui a Lei de Murphy também entra com tudo. Eu poderia ter perguntado milhões de coisas pra ele. Mas só o que veio foi mesmo: Você mudaria algo no final da história? Veja bem, não é uma pergunta ruim, mas depois que tudo passa você pensa em tantas outras…Mas voltando. Escutei o meu nome. Mais engraçado ainda, ouvi o Bruno de Luca derrapar no sobrenome – o que sempre acontece – e soube com certeza que a Alice era eu mesma. A partir daí entrei em piloto automático. Meus amigos dizem que ficam surpresos em ver como eu estava calma. Eu não estava. Era como um sonho. Não parecia real. Ainda não parece. Ainda bem que tem vídeo pra provar. E foto. =D Fiquei nas nuvens. Nem lembrava mais a pergunta! Só o que eu conseguia fazer era olhar pra ele e sorrir que nem uma retardada e acenar a cabeça pra tudo o que ele falava. Imagino que se ele estivesse dizendo: vá lá fora e pule no mar, eu acenaria e com um sorriso nos lábios faria isso mesmo. hahahaTom Felton é um ser-humano maravilhoso. Não podia ser mais diferente do seu personagem. Ele é atencioso, carinhoso e extremamente paciente. Nunca perde a linha. É um verdadeiro gentleman britânico e um dia espero que ele seja nomeado cavaleiro da rainha para ser chamado de Sir Tom Felton, porque ele merece. Eu abracei ele umas três vezes e ele nem titubeou em me abraçar de volta. Apertei a mão dele umas três vezes também. Parece TOC, mas não é viu. É só Tom Felton na minha frente mesmo. Achei que estar com ele no palco já estava mais que perfeito. Mas ainda tinha foto!!!! E eu só tinha o meu celularzinho Nokia me acompanhando! Olha só! Até que a foto saiu boa. E vou guardar ela pra sempre. Foi uma noite inesquecível. Ele é inesquecível. A atenção que ele dá aos fãs é fantástica! Ele conversa com todo mundo, sorri o tempo todo, e mesmo exausto dá o máximo de si. Amei conhecer o Tom de perto. Sonho realizado! O dia não poderia ter terminado de maneira mais mágica.E magia resume todo o meu dia no Rio de Janeiro. Valeu JK Rowling! Magia realmente existe!!!!!!!!!!! Nunca duvidem!Agradecimentos mais que especiais a Aline, ao Carlos (que ainda será meu futuro marido! kkkk), a minha amiga de looonga data Marcela, as minhas queridas alunas Camila e Beatriz, e a mãe maravilhosa das duas, a Márcia. Amei a companhia de todos! Não poderia ter pedido amigos melhores para estar comigo nesse evento, e pra viver esse momento junto comigo! Muito obrigada pessoal!E se alguém tiver paciência de ler isso, obrigada também! =Dbeijos para todos,Alice
FONTE DO RELATO: Oclumência 

0 comentários:

Postar um comentário

Guia de Madame Pince!