FÃ CLUBE POTTERMANIACOS BRASIL! || [ANO 2] A Magia Nunca Acaba Para Nós!
sexta-feira, 29 de abril de 2011

PostHeaderIcon 1ª Coluna - O Eleito?

Olá, caros leitores. Espero que tenham gostado de minhas humildes, mas importantes, palavras de boas-vindas à vocês!
Como lhes disse, esta coluna não é uma besteira que os fará perder tempo, e sim algo para comentar, produzir rebuliço, pois se lembrem desta frase:

"Se algo não é feito com extrema inteligência para criar caos aos que lêem, este algo não é bom o bastante, para ser digno de ser lido." O Eleito Trouxa

Então, como já disse anteriormente, eu sou uma pessoa de extrema inteligência arrogante, e então o que escreverei, causará caos, ou um mar de comentários fazendo-os expressar suas opiniões, muitas vezes hipóteses realmente retardadas.

Deixando de lado besteiras incomparáveis, e sem mais delongas, eu lhes apresento o tema, e torno a discussão aberta!

ATENÇÂO: A seguir, Spoiler's (palavras que retratam o contexto e enredo de Harry Potter and the Order of Phoenix e de Harry Potter and the Half-Blood Prince)

Harry Potter, em Harry Potter and the Order of Phoenix, teve um imenso prazer de receber muitas informações, das quais algumas não tinha absoluta ideia, de Dumbledore, sobre sua vida, após ir ao Ministério da Magia, e ter perdido qualquer evidência de The Prophecy enquanto ajudava Neville Longbottom à subir as escadas da arquibancada da Sala da Morte, ou seja lá qual for o seu nome, sendo chamada também de A Sala do Véu.
As informações que recebeu, são muito valiosas, e explica porque Albus Dumbledore se manteve distante dele, se manteve ausente, durante todo o quinto ano de Potter em Hogwarts, mesmo assim, tendo enfrentado grandes perigos por sua grande tolice e falta de concentração.
Foi levado à sala do diretor, logo depois da luta entre Percival e Tom, e depois da morte do último descendente dos Black's, que ainda não estava tomado pela loucura, como a senhora Lestrange. Harry, então, com o semblante calmo de Wulfric, fica extremamente nervoso, "acabara de perder seu padrinho, e aquele velho idiota ficava rindo?", pensava ele, e mais de uma vez, querendo atacá-lo. James tem um ataque de loucura, e destrói muitas das peças de Brian, querendo sair daquela sala, mesmo com a expressa ordem do diretor, de que não deveria sair.
E então, é acalmado, e Dumbledore lhe explica muitas coisas, citando agora como fiz acima, e uma delas, toda a informação de The Prophecy, feita por Patricia, enquanto Dumbledore a testava, para ver se tinha os mesmos dons da parente, uma vidente muito, mas muito mesmo, poderosa! Dumbledore pega sua Penseira, e de lá, mostra à Harry Trelawney, profetizando, bem na frente dos oclinhos de meia-lua do diretor, enquanto um Comensal da Morte, escutava. Felizmente, este foi expulso do pub por algum motivo que não me lembro agora, só ouvindo a primeira parte da The Prophecy, e contando-a à Riddle, fazendo-o tomar decisões precipitadas, e provavelmente, antecipando seu fim, ou quase...

E é! Neste ponto mesmo! Neste ponto, que eu quero chegar! O Daily Prophet, espalha todas as informações bem rapidamente, para cair nas graças da população novamente, sabendo agora, que Potter sempre disse a verdade sobre o Dark Lord. Por favor...

"Uma boa história, demora para ser escrita, e muito mais para ser contada, mas a eternidade para ser esquecida" Murilo A. Moretti

Espero que entendam o que eu quis dizer, e que esperem para saberem mais...

0 comentários:

Postar um comentário

Guia de Madame Pince!